tirsdag, mai 24

espelho, espelho meu

involuntariamente, decorei o meu número de identificação fiscal.
ó opróbrio! venha a mim a ingnomínia e não haja, entre mortais ou imortais, voz que sustente a minha pena.

1 Comments:

Blogger Luís Filipe Cristóvão apalavrou que ...

eu sou exibo o facto de saber de cor o meu número do BI.

quanto aos outros números, trago sempre cábulas, para me fazer de desentendido.

há que manter uma certa insanidade mental, minha cara.

onsdag, mai 25, 2005 11:35:00 a.m.  

Legg inn en kommentar

<< Home

No Celeiro